terça-feira, 14 de agosto de 2007

Presente de Manezinha...

Estive em Salvador para comemorar meu aniversário, 07/08, e rever pessoas que gosto demasiadamente; entre essas figuras estavam o "cantor" Menino Ró, grande sucesso nas paradas da Fazenda Grande e Manuela Cássia, minha filha querida! Um momento delicioso para mim! Aconteceu um fato pitoresco, aliás, é muito difícil não acontecer fatos pitorescos em aniversários! É que entre os convidados havia uma "guria" de Florianópolis e por conta disso descobri que os indivíduos que nascem naquela ilha são florianapolitanos, mas que popularmente são chamados de mané! E eu que sou um Manoel, e sempre abominei esse apelido, percebi que para eles não há nenhum aborrecimento! Mas, voltando à habitante da ilha, depois de algum tempo, parecia que a conhecia a longos anos. Ficamos tão próximos que ao invés de chamá-la pelo seu nome de batismo, Lusi Avegou, só a chamava de Manezinha, coisa de gaiato, imagina ficar "zoando" as pessoas logo no primeiro contato!
.
A presença dela foi uma surpresa, porém o mais extraordinário foi o presente que a manezinha me deu, aliás, um presentão! Juro que não sei quem foi que disse para ela que eu gostava de jazz. Rapaz, não é que me trouxe um presente deveras saboroso! Um livro sobre Jazz do Roberto Muggiati chamado New Jazz: de volta para o futuro, esclarecedor e que mostra de forma bastante didática, os caminhos seguidos pelo New Jazz, e tudo isso com uma abundância de detalhes e precisão que quase não resisti à tentação de sair por aí catando toda a discografia "sugerida" pelo autor, uma delícia, um presente maravilhoso! Coisa de louco, diria a Manezinha. Na verdade, uma guria de muita sensibilidade, não tenho nenhuma dúvida que ela é uma adivinha!
.
Sei que já disse isso por aqui, mas vale à pena repetir: não há melhor presente que um bom livro e quando ele vem associado à paixão pelo assunto, não tem nada igual, pura degustação! Existem outros elementos que não podem ser esquecidos, mas aquele que mais chama atenção é que a leitura é uma grande estimuladora dos neurônios e a Manezinha parece que é especialista em escolher bons livros. Entre os livros que compunham seu arsenal particular, havia um que acho soberbo: Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar, essa guria é abusada mesmo, conseguiu lê-lo no avião entre Porto Alegre, sua segunda casa, e Salvador! Mas não parou por aí. Não satisfeita com o torpedo presenteado, guardou outro petardo na mochila para o fim da festa! Quando pensei que a Manezinha já tinha dito tudo. Convenhamos, que mais essa guria de florianópolis poderia "aprontar", depois de me proporcionar o encontro ao vivo com os young lions? A Manezinha deu-me uma camisa oficial do Esporte Clube Vitória! Não consegui dizer mais nada...Mary, Roberto Carlos 4ever!

2 comentários:

Manuela Cássia disse...

Menino cantor, e manezinha abusada!!!!!!!!!!!
Pessoas excelentes, sem dúvida...

Lusimary disse...

Esta "manezinha", se não te conhecesse, não precisaria ser adivinha para te presentear com um livro relacionado ao jazz. Bastaria a ela, dar um olhadinha no teu flickr, nos teus outros blogs,para perceber o quanto você gosta de ambos... livro e jazz! É somar um mais um!

Quanto à camisa do Vitória, aí tem um pouco de conspiração! rs... Manuela Cássia ajudou!

E quero agradecer!
Obrigada por, pelo menos, me situar na região Sul!!!! kkkkk
Rapaz!! Florianópolis, Porto Alegre como segunda casa????kkkkkk

Me too! 4ever!