quarta-feira, 21 de maio de 2008

Conspiração Roxa...

O campeonato brasileiro sempre foi motivo de piada em todos os sentidos! Da organização até a estrutura dos estádios, a situação sempre foi caótica! Hoje temos 3 divisões com critérios bem definidos e, nos últimos anos desde a descida do Botafogo e do Palmeiras, não se tem uma virada de mesa, como era comum entre nós! Não esquecemos que Bahia, Fluminense e Grêmio foram rebaixados, porém, protegidos pela corja do clube dos treze, não participaram da 2ª divisão, ou seja, havia a tal da queda, mas ela estava reservada para aqueles times que não tivessem apelo comercial, não dessem Ibope! Apesar dessa melhoria, tivemos, em 2007, arquibancadas ruindo, matando torcedores na Bahia. Não podemos esquecer os estádios em que as partidas estão sendo disputadas em 2008! Quem não ficou indignado com o estado dos campos da maioria dos jogos da série B? As condições do campo da partida entre Fortaleza e Paraná, se não houvesse as imagens da TV, ninguém acreditaria, parecia futebol de areia, ficamos esperando que a qualquer momento fossem aparecer os vendedores de cerveja e as cadeiras de sol!
.
Existem certos cronistas esportivos que têm a petulância de dizer que para o bem do futebol não é bom que qualquer um dos grandes desça para divisões inferiores! Não é salutar para o futebol brasileiro ter um Flamengo na segunda divisão! O que sabemos é que o futebol brasileiro está em franca decadência, já disse isso aqui! Os times jogam muito mais pela tradição, pela camisa, do que pelos jogadores que têm. Basta dar uma olhada nos elencos que teremos essa assertiva confirmada. Em conversa com um amigo, dissemos que só quem joga por aqui é quem não tem condições de jogar no exterior, na Europa de preferência, mas pode ser até no gelado Uzbequistão, desde que se ganhe uma merreca maior do que teria por aqui, ele quase concordou, afirmando que também há jogadores que escolhem essa praça porque é a melhor vitrine da América do Sul. Ele pode estar certo, se olharmos ao redor, só temos o futebol, também decadente, da Argentina e nada mais! Para se ter uma idéia, bastou aquele zagueiro medíocre do Flamengo, Ronaldo Angelim, jogar bem algumas partidas que já se estava insinuando que poderia ir para a Europa, mas ele mesmo caiu na real e disse que com a idade que tem não há nenhuma chance, ou seja, só quem joga por aqui é quem não tem condições nenhuma de jogar em outro lugar!
.
Nos últimos tempos, desde que o campeonato passou a ser por pontos corridos, tem sido recorrente o rebaixamento de um grande, pelo menos na camisa, para a segunda divisão. Foi assim com o Botafogo, Palmeiras, Grêmio, Atlético Mineiro e por último o Sport Club Corinthians Paulista! O que acontece é que quando o grande tem muita torcida, existe uma espécie de comoção midiática! São tantas as lágrimas que é possível que a ferrugem tome conta da aparelhagem das emissoras. Frases do tipo: o time y não é equipe de segunda divisão e o lugar do time x é na elite do futebol brasileiro, são comuns. Todo mundo sabe que o nome disso é diminuição de receita, tudo não passa de apelo comercial! Temos na segunda divisão o time de maior(?) torcida do futebol brasileiro. O que me intriga é que a tabela dos três primeiros jogos parece que "foi feita a mão", sob medida, pensada carinhosamente e calculada a dedo para que o Timão consiga fazer logo de saída 9 pontos! Na verdade, o que temos nessas partidas iniciais é uma verdadeira sopa de letrinhas: CRB, G...ama ABC, F...ortaleza...O que se diz é que são favas contadas a volta do Corinthians à primeira divisão! Em sendo assim, para que estabelecer acesso e descenso se os grandes não devem ser rebaixados? Acabemos com a hipocrisia, façamos um campeonato de cartas marcadas, mas que todos saibam que são marcadas, e deixemos bem claro que só quem vai descer são os pequenos, simplesmente porque são pequenos e ademais não dão audiência nem geram receitas...

2 comentários:

Lusimary disse...

Ahhh!!! Não sei, não! Como corintiana, penso que você está exagerando, procurando pêlo em ovo!Já pensou se, logo mais acontece de o time (que não é lá aquelas tubaínas - se fosse, não estaria na segunda, né?)começar a perder? Mesmo que ele faça quinze pontos no início e zerar depois um montão de vezes? Só o tempo, senhor da razão, dirá!
Beijos

Manuela Cássia disse...

Acredito que a camarada acima esteja falando com o coração!!!!!!! É fato, que a comoção midiática frente a descida do "Chorintians" snif snif, ops, Corintians, peço perdão pela falha, foi exacerbada. Eu nunca vi algo asim. Os repórteres da imprensa dos Marinho pareciam inconsoláveis. Só faltaram as lágrimas. Vale ressaltar que nunca vi nada igual. E concordo sim , que vivemos num futebol de cartas marcadas, onde o dinheiro é quem dita as regras e nós, meros torcedores coadjuvantes dessa pouca vergonha, nada podemos fazer. Afinal, não consigo me livrar do rubro negro baiano...