sábado, 21 de abril de 2007

A Igreja, o papa e a hipocrisia...












A visita, ao Brasil, do papa Bento XVI entre os dias 9 e 13 de maio, para a V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, provoca-me deveras! Não estou querendo dizer com isso que faço parte dos 73% de brasileiros que se dizem católicos! Somos o maior país católico do mundo! "Andar com fé eu vou que a fé não costuma faiá" afirmava o ministro Gil, há alguns anos!
.
Esse evento vem carregado de uma tautologia sem par! São mostrados quadros e mais quadros sobre o quarto onde ele vai dormir, a cadeira onde vai sentar, vai isso, vai aquilo, só falta mostrar em que lugar ele fará as suas necessidades fisiológicas e qual a marca do papel higiênico! Somado a tudo isso, temos ainda a tal da canonização de Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro! Vemos aí a primeira contradição disso tudo. Somos o país com o maior número de católicos, porém só temos um santo, das duas uma, ou não temos nada de santo, ou os tais milagres são hierárquicos, vale mais um milagre na Itália do que um em Cabrobó do Berrador!
.
Bento XVI vem imbuído da "missão de unir e confirmar o povo de Deus na fé em Cristo". Entendemos a igreja como uma grande empresa capitalista e, como toda empresa cujo produto é composto de rios de saliva, sofre grande concorrência, hoje, das Seitas "Alternativas", vemos o crescimento da Igreja Universal do Reino de Deus como uma prova cabal disso.
.
A igreja católica já queimou e matou em nome de Deus e, ao longo dos séculos, foi se adaptando, mesmo com todos os escândalos, muitos dos quais de pedofilia, além de sua capacidade ilimitada para pedir desculpas! Como exemplos, temos sua neutralidade frente ao nazifascismo, o extermínio dos índios e negros, aqui no Brasil, mas estes não tinham alma, por isso sua culpa nesta caso é minimizada, (perdão pela ironia, mas não pude evitar) suas cruzadas porque Deus queria!
.
Hoje temos temas candentes e urgentes que esta instituição passa ao largo! O homossexualismo, velado no seu interior; o aborto, a inseminação artificial, a manipulação de embriões, a bioética, a eutanásia. Em pleno XXI, ela ainda não "entendeu" que as doenças sexualmente transmissíveis podem ser minimizadas com o uso da camisinha, será que temos aí o medo de perder fiéis? Sabemos que Bento XVI não tocará nem de leve nestas questões!
.
Vai-se gastar milhões de reais para essa acolhida, enquanto nossos milhões de miseráveis continuam morrendo ou de fome ou por balas, haja vista o que vem ocorrendo no Rio de Janeiro! Lembro-me que o outro, João Paulo II, que deve ser transformado em santo, muito em breve, quando da sua primeira estada no Brasil, fez questão de visitar o Morro do Vidigal e (que gesto nobre!) doou um anel de ouro para ajudar os favelados! O interessante nisso tudo é que essa empresa capitalista extremamente rica sobrevive às custas de muitos dos pobres e miseráveis espalhados pelo mundo e dos 73% de católicos brasileiros, mas que ameniza as dores desses sujeitos com doses cavalares do seu ópio; a frase "São Paulo te acolhe" poderia ser reformulada pelas lésbicas paulistas, que diriam, mais ou menos assim: "O sumo pontífice nos acolhe e faria nosso casamento no seio da sua igreja?"

6 comentários:

Manuela cassia disse...

Mais uma vez, o texto está fantástico. Isso sem comentar as fotografias... Vivemos num país de hipocritas onde muitos tem nada e poucos tem muito. Um país de miseráveis, que irá gastar milhões de reais com a visita de Bento XVI.E, alguns desses miseráveis, sem dúvida, farão o possível para estar perto - longe - do pontífice. Longe porque existirá um verdadeiro batalhão para proteger o papa e evitar que a multidão se aproxime de forma mais espontanea, digamos assim. A lavagem cerebral faz com que muitos não percebam o absurdo que é tudo isso. E, pra finalizar, já pensou o papa fazendo o primeiro casamento gay da igreja católica no Brasil??? Seria interessantíssimo...

Manoel Gomes disse...

Manuela, acho que é a segunda vez que respondo a um comentário, já que aqui é uma exposição de ponto de vista, que ninguém pode me cercear, não serei eu que cerceará àquele que resolva se manifestar, mas queria dizer, independente de ser seu pai, que você foi na mosca em relação ao teor do texto, traduziu-me! Eu te amo!!!

wager matias disse...

Amém.

Manoel Gomes disse...

Gostaria de saber onde cai esse irônico "amém"! Se na minha declaração de amor a Manuela ou na provocação a Bento XVI, você vai explicar?

wager matias disse...

Na verdade, ambos. Que seja eterno e será esta relação com sua filha, a ironia é com Bento e tbm porque como disse Manuela falou tudo e portanto só temos dizer amém, rs.

Manoel Gomes disse...

Vocês!Os dois, são bárbaros, pena que só um faz parte do meu DNA, rs,,rs